segunda-feira, 27 de maio de 2013

MADRID - COMO SE DIVERTIR NA CAPITAL ESPANHOLA?

MADRID - O CORAÇÃO DA ESPANHA

Oso y El Madroño - símbolo da cidade na Puerta del Sol
Madrid tinha tudo para ser uma cidade (capital) sem graça, daquelas que só servem como ponto de passagem. Afinal, longe do litoral, localizada no coração da Espanha, a continentalidade pode fazer o clima se tornar um fator "atrapalhante". O verão castiga com um sol implacável por mais de três meses do ano e o inverno, agravado pela altitude,  às vezes pode ser bem rigoroso. O ar é bem seco, com baixa umidade e pouca chuva quase o ano todo. De forma que a primavera e o outono passam quase que despercebidos.
Vantagens da vista "militar" da cidade. Santiago Bernabéu em destaque.

Epa!! Pera lá!! Então, eu estou desaconselhando a viagem??!!
Que nada! No dia que clima for empecilho para brazuca fazer viagem não saímos de casa, né mesmo?!

Além disso, o que torna Madrid interessante é, paradoxalmente, outros climas: o clima da noite, cheia de pessoas pulando (ou "crawling") de bar em bar atrás de tapas variadas e "cervezas"; o clima gastronômico dos ótimos restaurantes, o clima dos ótimos museus, o clima das praças lotadas de gente descontraída, o clima das ruas, vivas até de madrugada, o clima das danças flamencas e o clima do apaixonante futebol, emoldurado pelo fantástico estádio "Santiago Bernabeu" (Real Madrid).
templo sagrado do Real Madrid - visita imperdível

Então, amigos, adequem-se ao clima e venham curtir tudo que essa cidade pulsante tem a oferecer!

HALA MADRID!!!

PLANEJANDO A VIAGEM

O legal de Madrid é que a cidade é meio central num roteiro europeu. Portanto, onde quer que vc vá na Europa ou de onde quer que vc venha, uma parada estratégica em Madrid é mais do que providencial. Eu diria que é até obrigatória.

Plaza de La Cibeles - centro das comemorações de Madrid
A cia. aérea "Iberica" está longe de ser uma "Brastemp", mas faz o "feijão com arroz" de nos transportar de forma bem correta e bem "espartana", sem muitas (quase nenhuma) frescuras. Há vôos diretos do RJ e de SP direto para Madrid. Existem outras opções de cias aéreas, mas essa é, sem dúvida, a mais barata.

interior do Palácio Real
Para completar o seu roteiro, depois ou antes de passar em Madrid, a dica é usar uma cia. aérea "low cost". Nesse quesito, uma subsidiária "low cost" da Iberia chamada "Vueling" oferece vários vôos para as cidades mais distantes (fora do alcance conveniente do trem) da Espanha e para os principais destinos da Europa. 

Reconhece os craques?? ;-)
Outra dica é a seguinte: a partir de Madrid, é muito fácil fazer excelentes roteiros de um dia (ou meio dia) a cidades históricas nos arredores. Cito principalmente: Toledo e Segóvia (cerca de 30 a 40min by train)  e El Escorial (1h a 1h30, also by train). Locais belíssimos que serão motivos de posts futuros (quando o tempo permitir...srsrs).

Gastronomia em alto estilo na casa do Real - Hala Madrid!
Madrid também é o ponto de partida ideal se vc pretende se aventurar por outros roteiros sensacionais na Espanha, tais como: a região da Andaluzia (Córdoba, Sevilla, Granada, Málaga, Costa del Sol etc.), a região da Murcia (Murcia e Cartagena), a região de Valencia ou a região da Catalunha (Barcelona). Todas também representam futuros bons motivos para outros posts!!! Putz...a minha dívida está aumentando...rsrsr!
As vias são passeios em museus ao ar livre

Só mais uma observação. Vc deve ter ouvido falar ou lido em algum canto que a imigração espanhola costuma encrencar com brasileiros. Sinceramente, não sei se é verdade, mas, em tempos de crise de empregos na Europa em geral, não custa nada relembrar as dicas de sempre: viaje com seus documentos em dia, com as reservas de hotel em mãos, com o comprovante de sua passagem de volta e, de preferência, tenha como provar que possui os recursos financeiros para sua viagem (mínimo de 60 euros por dia) e use o cartão de crédito (Visa Platinum ou equivalente) para lhe fornecer um atestado de seguro-saúde. 

ONDE FICAR

Em Madrid, a rede de metrôs é tão boa e eficiente que a dica principal é ficar perto de uma estação. Mas, confesso que, para facilitar os deslocamentos noturnos a pé pelas "taperias" (casas de tapas) e "cervecerias" da vida, minha sugestão é que vc fique perto dos bairros mais boêmios, onde a "muvuca" jovem se desloca a noite, como que em procissão....só que não religiosa, mas sim etílica!!!  ;-)

Metrô eficiente e funcional
Nesse sentido, a região ao sul da "Puerta del Sol" oferece uma ótima rede de hotéis simples, mas bem ajeitados e funcionais. Uma boa dica é dar uma olhada nos "hostals" da região. Não escrevi errado não!! Hostal e não hostel!!

Os hostals são também pequenas pensões. Só que são (na minha opinião!!) melhores que os tradicionais albergues (hostels). Os hostels são legais quando vc é mochileiro (essa fase minha já foi há algum tempo....rsrs), uma vez  que são extremamente baratos e se parecem com alojamentos comunitários, sendo ótimos (em teoria) para fazer novas amizades. Já os hostals (que se aglomeram em Madrid e na Espanha em geral) são um degrau acima. Vc pode ter um quarto casal, pequeno, é verdade, mas razoavelmente confortável e com banheiro privativo. Vantagem dos hostals: são tão baratos quanto o hostel e, geralmente, possuem ótima localização.
Só fera!

Se vc não quiser curtir a "aventura" de ficar num hostal, existem diversas boas opções de hotel espalhados pela cidade. Mas lembre-se: a proximidade de uma estação de metrô é conveniente.
A região da Malasaña é bem legal! Recomendo!

Plaza Santa Ana - point noturno
Resumindo: em Madrid, já fiquei em hostal (TIJCAL II) e já fiquei em hotel sofisticado no bairro "fancy" da Malasaña. Sinceramente? Não fez muita diferença, pois nas vezes que fui, passei a maior parte do dia batendo perna e chegando no hotel "acabado", louco por um banho e uma cama limpa...o resto??!! bem, é o resto....
Plaza de Oriente - perto do Palácio Real

COMO SE DESLOCAR

Quer curtir a cidade, de verdade? Então, ande!! Ande muito!! Vale a pena! 
O metrô é super conveniente, "irriga" a cidade praticamente toda. Porém, não gosto muito de ficar debaixo da terra, sem ver o que rola lá em cima. Portanto, a dica é a de sempre: use-o, mas com moderação!! 
ruas limpas, prédios com arquitetura especial

Se vc puder andar bem, curta o "people watching" pelas ruas de Madrid. Comparada com outras capitais, a Madrid turística não é tão grande. Vc praticamente não precisará de mapas. Os espanhóis, em especial os madrilenhos, são extremamente simpáticos. Assim, se rolar um cansaço durantes suas andanças, não faltarão bares e praças para vc retomar o fôlego e "hablar" à vontade gastando o seu portunhol, de preferência, falando de futebol.
Bairros charmosos - Malasaña

Para ir/vir ao/do aeroporto de Barajas, o metrô é quase a opção obrigatória. Fácil, óbvio e funcional. Dificilmente, não haverá uma estação perto do seu hotel.

pinto no lixo...rsrsr
Ônibus também é barato e bem fácil de pegar. O problema aí é outro e chama-se trânsito. Nas regiões centrais de Madrid, o trânsito pode ser bem confuso e caótico e fazer vc perder tempo precioso de turismo sentado no busum. Para ir a pontos mais afastados, como o estádio Santiago Bernabeu, o busum pode ser uma boa.

Para conhecer as cidades próximas (Toledo, Segóvia, El Escorial), vá de trem, a partir de bela estação de Atocha

O QUE FAZER

Madrid é famosa pelos seus fantásticos roteiros gastronômicos e de arte. Rica em museus, casas de shows, ótimos restaurantes e bares, a cidade faz a festa do turista que gosta de circuitos culturais e de uma boa mesa.
Dá para resistir?

Desculpem-me quem aprecia, mas touradas não é o meu forte. Já vi e não gostei. Acho uma puta sacanagem (desculpem-me a linguagem vulgar!) o que fazem com os touros. Então, mesmo sabendo do lado cultural do programa, sequer passei perto da famosa Plaza de Toros de Las Ventas


Em contrapartida, mesmo para os que não são adeptos do esporte "bretão", não deixem de visitar o estádio do Real Madrid (Santiago Bernabéu).  Para os amantes do futebol, como eu, a visita é um capítulo a parte, um sonho, uma aula de organização! Gostei tanto que até jantei por lá!! Muito show!!

Com base nesse pensamento, minhas dicas, de forma resumida, são as seguintes:


- Ande pelo Centro de Madrid. Comece pela famosa e caótica Puerta del Sol. Descubra o porquê do nome da praça. Ache o marco zero. Entenda o formato da praça. Admire os prédios ao redor. Conheça a estátua do "ursinho" pendurado no "el madroño" (árvore de morangos) e a estátua do Rei Carlos III que são símbolos da cidade.
Puerta del Sol - noche

Siga pela Calle de Postas até a Plaza Mayor, outro grande marco da cidade. Nesta praça, divirta-se com os artistas de rua, músicos ao ar livre, tome sua cerveza sentado num dos bares da praça e aproveite para conhecer o centro de informações turísticas que pode fornecer valiosas dicas dos shows, mostras culturais e eventos que estão rolando na cidade. Esqueça o mapinha ou GPS do seu smartphone por um instante. Deixe-se, intencionalmente, se perder pelas ruelas nos arredores desta praça. Existem ótimo bistrôs e simpáticos restaurantes/bares nessa região. Ok, os preços são um pouco turísticos, mas....a comida e o ambiente compensa....muito!!!
Plaza Mayor

 Palácio Real - da Plaza Mayor até o Palácio, opte por um caminho que passe pela Plaza de San Gines, onde vc vai encontrar uma chocolateria que vende espetaculares porras (churros) com chocolate. Sim, o nome é esse mesmo: PORRAS!! rsrsrssr....simplesmente delicioso!! 
Palacio Real
Fantástica chocolateria - Porras (churros)

Da Plaza San Gines, pegue uma linha reta pela Calle del Arenal que passa pela Plaza de Izabel, Teatro Real e desemboca na Plaza de Oriente, em frente ao Palácio Real. 
Plaza de Oriente


Aqui, se vc estiver com sorte e for quarta-feira (11:00), vc pode curtir a pompa da troca da guarda real. Achei esta cerimônia até mais sofisticada que a troca que rola em Londres. Chegue cedo para garantir seu lugar na multidão. O interior do Palácio e a Plaza de Armas também merecem visita (fazem parte do mesmo ingresso!), pois são locais suntuosos, de rara beleza e ainda dão uma enriquecedora aula de história sobre a nossa querida España.
Plaza De Armas
Devia ser duro ser cavaleiro naquela época....

- Visite os museus. Aposto que, mesmo que vc não seja chegado a obras de arte, vai mudar de ideia. Escolha um, dois ou os três principais e dê sua "browseada"nos corredores das galerias, parando, sem compromisso, naquelas obras que lhe impressionam. Os principais museus são: 

Em frente à entrada para o Museo del Prado
a) Museo del Prado - com suas fantásticas coleções de Goya, Velazquez, Raphael, Boticelli, Tintoretto etc. (aahh..como eu agradeço as aulas de história da arte do CAP-UERJ!!...rsrsr); 

b) Centro da Arte Reina Sofia - destaque para as obras de Picasso, tendo em "Guernica" a obra mais simbólica deste museu. Vale a pena entender o processo como o gênio Picasso criou a famosa obra.
Thyssen - Bornemitsza
Entre o Prado e o Reina Sofia, dê uma parada no Parque del Retiro para dar uma descansada, curtir uma paisagem verde e, óbvio, praticar um people watching da melhor qualidade. 

c) Museo Thyssen - Bornemitsza - lindas obras. Caravaggio, Monet, Van Gogh etc.

d) Monasterio de Las Descalzas Reales - Excelente museu/monastério de freiras com belíssimas obras de arte.
Muro da Catedral de Almudena

- Plaza España e Gran Via - A partir desta Praça, uma dica de bom passeio é percorrer a movimentada Gran Via com todas as suas lojas de grife e para turistas. É um bom local para garimpar algumas ofertas e comprar alguns "regalos".
Calle de Preciados
Outra boa rua para "regalos" é a Calle de Preciados que liga a Gran Via (Plaza del Callao) até a Puerta del Sol. Nesta rua, vc vai se deparar com ótimas e grandes lojas, dentre elas: El Corte Ingles, FNAC e a famosa Zara, com promoções que, segundo minha mulher, não são encontradas em outras Zaras pelo mundo afora....ah tá...finge que acredito!!!
Rebajas e mais Rebajas (promoções!!)

- Shows de Flamenco - pode ser meio clichê, mas vale muito curtir esta dança sensual e cheia de energia. Afinal, vc está na capital da España, e o Flamenco está para os espanhóis como o samba está para nós. Recomendo a Casa Patas (http://www.casapatas.com/). O Cafe de Chinitas também é bem famoso. Dicas fundamentais: reservar (pela internet) antes de viajar para evitar o risco de não ter mais lugar. Não vale a pena jantar no local, pois os preços são bem mais caros do que num restaurante normal. Guarde sua fome para depois do show. Opções gastronômicas não faltam nos arredores.
Show de Flamenco

- Curta a gastronomia - a comida espanhola merece destaque especial. Paellas, tapas de todos os tipos e, o meu preferido jamon serrano iberico, simplesmente fantástico!! As tapas são pequenos pratos de aperitivos, contendo deliciosos snacks frios ou calientes: azeitonas, anchovas, camarões (gambas), queijos "manchegos", calamares, tortillas, patatas etc. Faça sua escolha e aproveite!! Vc está de férias!!
gastronomia especial - gambas al ajillo
Paella Madrilenha
Os bares de "La Latina" ao redor da Plaza Mayor e ao sul da Puerta del Sol começam a bombar a partir do anoitecer e o movimento é mantido até praticamente a manhã do dia seguinte. A famosa "siesta", pós-almoço, comum na Espanha, acho que dá um gás a mais para a galera que vara a madrugada sem o menor problema....haja fôlego!

Jamon Iberico
Tem um outro detalhe, o povo madrilenho, culturalmente, adora um "pula-pula" de bar em bar...acho que é a versão espanhola do tal de "pub crawl", hábito famoso em várias cidades da Europa e que recentemente começa a bombar também aqui no RJ. 

- Mercado das Pulgas - no bairro El Rastro. Passeio obrigatório de domingo. Uma verdadeira "fauna" circulando pelas ruas do bairro e comerciantes vendendo de tudo numa grande feira ao ar livre. Bom local também para experimentar boas guloseimas espanholas a módicos preços.
El Rastro

- Passeio pelos bairros da moda - Chueca e Malasaña. Perca-se pelos bairros e aproveite uma ambientação mais "modernosa" e, às vezes, alternativa de Madrid.
Viva Madrid!

- Visita ao estádio Santiago Bernabéu (tour pelo estádio) - fã ou não de futebol, vc vai adorar conhecer a casa do Real Madrid. Para mim, a visita foi incrível! Por cerca de 20 euros, mergulhar na imensidão do estádio, na sala de troféus, na gloriosa história do clube, na sala de imprensas, na área de aquecimento, pisar na grama onde "deuses do futebol" já desfilaram sua arte....enfim, tudo isso, é impressionante e inesquecível! Difícil mesmo é resistir na lojinha (??!!) ao final do tour. 
Plaza de Colon

- Outras lindas Plazas de Madrid - Plaza de Colon (em homenagem a Colombo), Plaza de La Cibeles (linda, com seus imponente leões e bela fonte, local onde se comemoram títulos de futebol, com belos prédios ao seu redor), Plaza de Santa Ana (point noturno da juventude), Plaza de la Independencia (com sua bonita Puerta de Alcalá).
Puerta de Alcalá


Bem, pessoal é isso. Em estando na España, não deixem de visitar Madrid. 
Dá para entender o porquê da grama ser um tapete?? Alô, Alô, estádios brazucas! Vê se aprendem!














churros (= porras) com chocolate, ótima combinação no frio,




Até o próximo post! Abraço.























segunda-feira, 13 de maio de 2013

Fernando de Noronha - a melhor ilha brasileira!

FERNANDO DE NORONHA -  Paraíso do Mergulho no Brasil


Este post é curtinho...meio que do tamanho do arquipélago de Fernando de Noronha.
Lembrando lá das aulas de geografia, arquipélago é um tal conjunto de ilhas...Noronha, portanto é o nome da "ilhota" principal, que tem só cerca de 18km quadrados.
Baía dos Porcos - belíssima!!

Mas, tamanho pequeno obviamente não é documento e não significa que o local é desinteressante, certo? Muito pelo contrário!

Acredito que quando nos vemos diante de tamanha beleza concentrada em um pequeno lugar, só temos três coisas a fazer: contemplar, relaxar e aproveitar calmamente o que esse paraíso tem a oferecer! Afinal, se vc está numa ilha, não é de se esperar que vc esteja a fim de grandes badalações e agitos, né mesmo?

Trilha entre Cacimba e Boldró
Outra curiosidade interessante digna de nota é a seguinte: se o local não fosse tão espetacular, não permitiriam apenas 700 felizardos por noite!! Portanto, quando vc estiver na ilha, pense nisso: "sou um felizardo!" A sustentabilidade da Ilha agradece!

Qual a maior atração de Noronha? Resposta meio óbvia: a natureza!!

Trilhas que levam ao paraíso das diversas praias

A região conta com uma fauna marinha inacreditável, uma geografia privilegiada (morros, pedras e matas) e praias de "embasbacar"...rsrs...Isso mesmo!! Vc vai se sentir o próprio "bab...ca" (sorry!!) por não ter ido há mais tempo nesse paraíso! Foi assim que me senti, ainda mais considerando que toda essa maravilha fica no nosso próprio país!!

Então, se vc curte mergulhar em águas cristalinas e quentes, esse é um lugar definitivamente para chamar de seu!
A tendência é que vc queira fazer vários mergulhos por dia, em points diferentes, para apreciar a imensa variedade de vida marinha, os diversos cenários multicoloridos que vão se descortinando em cada trilha, em cada guinada de barco....
Mas, não se preocupe! Mesmo que vc não seja um mergulhador profissional, vc poderá "jiboiar" nas mais diversas praias e piscinas naturais ou então simplesmente optar pelo bom e velho mergulho de snorkel.

Obs: "jiboiar" = fazer tudo que um jibóia (cobra) preguiçosa faria na água, sem qualquer preocupação com tempo ou espaço (dicionário próprio...rsrs)

Lindos visuais pelas trilhas
Entretanto, me arrisco a dizer que Noronha tem tudo para tirar vc da zona de conforto e representar aquela motivação ideal que estava faltando....para vc tomar coragem....fazer seu curso de diving in loco e, finalmente, entrar nesse mundo todo especial dos mergulhadores. Quando vc voltar de lá, me diz se eu não acertei, ok?!! Conheço muito gente que se apaixonou por mergulho depois que descobriu Noronha...vai por mim!!

Apesar de caro, é um local mais do que perfeito para vc fazer seu "batismo" num mergulho de garrafa/cilindro. Não tenha medo!! É como mergulhar numa piscina um pouco mais funda. A diferença é que vc estará cercado(a) de tartarugas, peixes coloridos, moréias, barracudas, pequenos polvos e até mini-cações, porque não?
Opa!! É isso mesmo??!! É sim!!
Pô, e agora??!! O medo voltou??!!
Que nada!! Fique tranq...a comida submarina é tão farta que mesmo os mini-tubarões não vão querer saborear um petisco humano que, convenhamos, não deve ser nada saboroso...rsrsr. Para vc se convencer, até hoje não há qualquer registro na ilha de ataques de tubarões! Vc não vai ser o primeiro, vai?? rsrs

Há mergulhos para todos os tipos de mergulhadores. Desde os profissionais que vão em busca de mergulhos em alta profundidade (mais de 60 metros, com direito a mistura nitrox), próximo à Corveta Ipiranga que afundou nas imediações, até aqueles que, como eu, só querem curtir mergulhos mais light (10 a 20 metros) nas várias pequenas ilhas que cercam a grande ilha. O mergulho na Ilha Rasa vai ficar na minha cabeça para sempre. O tempo voa debaixo d'água....mal chegava no barco, reservava outro mergulho....e lá ia grana...com todo prazer!!! Foram 5 mergulhos de garrafa em 4 dias, mais ou trocentos de snorkel....!!

PLANEJANDO A VIAGEM

Já que não existe vôo direto para Noronha, o ideal é combinar sua viagem com uma parada estratégica em Natal ou em Recife. À propósito, ambas cidades são ótimos motivos para outros posts...que se seguirão em breve (quando o tempo permitir...rsrsrs). 
Prainha em Natal antes do embarque para Noronha...ninguém é de ferro!!

Então, é o seguinte: a dica óbvia é vc curtir bem uma destas capitais por uns quatro a cinco dias e depois reservar de dois a cinco dias para Noronha. No meu caso, emendei uma viagem a trabalho à Natal que acabou mais cedo do que deveria e, assim, pude ficar 4 dias completos no "paradise"....nice!!!!

Ainda em Natal - ah...o Nordeste!!

O tempo que vc vai permanecer em Noronha tem muito a ver com o quanto vc curte mergulhar e com o quanto vc quer relaxar nas fantásticas praias da região. Se for só para "ticar" as praias, bater fotos e ir embora, vc precisa de bem menos tempo. Um dia inteiro talvez. Mas, isso seria um crime com tamanha beleza!!
Cacimba vista da trilha

Enfatizo também que apesar de ter uns barezinhos noturnos, Noronha não é local para grandes noitadas, baladas etc.

O clima é ótimo: quente a maior parte do ano, mas de abril a agosto podem ocorrer algumas chuvas ocasionais e rápidas que não chegam a estragar o seu dia de viagem, mas podem atrapalhar um pouco a visibilidade de um bom mergulho, se ele estiver ocorrendo justo naquele momento da chuva. Nada demais....espere um pouco...a chuva passa rápido...e vc pode voltar a mergulhar com sol brilhando!!

Vista do Forte
Durante o nosso verão, o período de janeiro a março caracteriza a época boa para o surf, com excelentes ondas, cheias de tubos. Mas, fuja da época dos campeonatos, porque a "crowd" dificulta o seu aproveitamento mais tranquilo da Ilha.

Prepare-se também para pagar uma taxa de preservação ambiental, cobrada pelo IBAMA, assim que vc chegar no aeroporto. Motivo da taxa: preservação ambiental. Esta taxa de cerca de R$45/dia já pode ser paga online e isso economiza um tempo precioso na sua chegada. Link: formulário da taxa

COMO CHEGAR E SE DESLOCAR NA ILHA

Minha alma canta....vejo Fernando de Noronha....
Basicamente vc tem duas opções para chegar à Noronha:
1) De avião: a partir de Natal (1h10 de vôo)  ou de Recife (1h20)
2) De navio (transatlântico/cruzeiro) ou veleiro. São aproximadamente 500km de Recife.
Arquipélago de Noronha
Claro que a segunda opção tem um requinte (e um preço!!) a mais, mas tudo é questão de quanto vc quer cacifar e quanto tempo vc quer curtir a ilha com tranquilidade. A opção pelo cruzeiro não é ruim  e oferece algumas vantagens (hospedagem e alimentação no próprio navio, por exemplo), mas como eu detesto me sentir como "gado" (andando em bandos), nem cheguei a cogitar.
Não esqueça da dica da janelinha do lado esquerdo!!! 

Um dica legal que eu recebi de um nativo: tente buscar uma janelinha no lado esquerdo da aeronave, porque na aproximação ao aeroporto de Noronha, os pilotos costumam fazer uma volta panorâmica de deixar cair o seu queixo!!!

Chegando ao aeroporto, vá de táxi para sua pousada. É relativamente barato e mais prático.
A Ilha, infelizmente, não é lugar para trilha/hiking. Os deslocamentos a pé são possíveis apenas em pequenos trechos próximos do Centro histórico. De resto, faz-se tudo, ou quase tudo, de buggy ou taxi. Um buggy alugado sai por cerca de R$150 ao dia. As corridas de taxi variam entre R$10 a 30. Faça as suas contas e veja o que melhor vale a pena, dependendo do tipo de turismo que vc quer adotar.
Acessos difíceis em alguns lugares
Desta vez, eu fui de táxi.
Rola ainda um "busum" que roda a ilha. O problema é que ele roda de hora em hora...brabo esperar!!!
Definitivamente, a ilha não é ecologicamente correta no aspecto transporte. Pena!!!

ONDE FICAR

Noronha não é lugar para exigir grandes confortos. Definitivamente, não estamos falando de paraísos mais tradicionais como Ilhas Maldivas, Tahiti e outros que possuem bangalôs sobre as águas.

Também não é uma ilha estilo "Robinson Crusoe", com tudo rústico e primitivo, cheia de mosquitos, cobras, jacarés, canibais etc. como nossos amigos americanos costumam pensar quando ouvem dizer que temos uma ilha linda no meio do Oceano Atlântico.
Prefeitura?!!

Mas também não espere encontrar a infra dos grandes resorts do Caribe ou mesmo do nosso Nordeste.
Tirando a "pousada Maravilha" do Luciano Huck, a maioria das hospedagens são quartos simples ou intermediários, que representam pequenas ou grandes expansões, menos ou mais "transadas", das casas dos habitantes da ilha.  Luxo mesmo vc conta nos dedos... de uma das mãos...
De qualquer forma, vc irá pagar um valor acima do que vale o quarto. Portanto, relaxe! Faz parte!

Vila dos Remédios

Se vc quiser ter algo para fazer a noite, sugiro ficar perto da Vila dos Remédios, onde vc encontra o Centro Histórico (Igreja de Nossa Sra. dos Remédios e Ruínas do Forte dos Remédios) e alguns traços de vida urbana (farmácia, agência bancária, correio). Eu fiquei por aqui!!

Vila dos Remédios
Tem uma vila perto do porto também, com algumas boas pousadas e bem perto da grande maioria das saídas dos passeios de barco, mas relativamente longe da vida (??!!) noturna.

O QUE FAZER

Bem, aqui o post se torna meio óbvio, né não?!!
Ora, vc está numa Ilha! Fazer o que?
Curta muito as praias!! Todas elas! Organize-se bem para passar um tempo em cada um delas.
Use o mapinha abaixo (peguei emprestado da Internet) e associe com as dicas abaixo para montar seu roteiro.


Minhas dicas:

Se vc quiser um pouco de comodidade ou desejar otimizar o seu tempo (meu lado de engenheiro sempre fala mais alto mesmo durante passeios relax!! rsrsr), existem vários tours guiados, por mar e por terra, que lhe levam aos melhores points com explicações sobre cada um deles. 

Então, faça o seguinte:


"Mapa do Brasil" formado pelas rochas em Noronha - até isso é perfeito!!
- "book" um passeio de barco guiado, pelo mar de dentro da Ilha. Primeiramente, sem compromisso de mergulho. Isto ajudará vc a entender um pouco a geografia do local e a assimilar um pouco os limites do tal de "mar de dentro" e "mar de fora", com suas respectivas praias e os prós e cons(??!!) de cada uma.

Passeio de barco com ilustres visitantes - golfinhos rotadores
Dá para ficar triste com uma "galera" dessas? Selvagens e livres!!
É claro que vc vai ficar com uma vontade louca de pular do barco e ficar por ali mesmo, principalmente quando vc vir os golfinhos "rotadores" acompanhando o seu barco. Certamente, algum "tchibum" estratégico deve estar planejado/incluso no seu passeio, mas lembre-se que a ideia nesse momento é que vc tenha uma visão geral para depois ser seletivo na sua escolha de praia para "jiboiar". Existem vários passeios que são ofertados no centrinho histórico e no arredores do porto. Não vai ser difícil escolher!
Passando por fora da Cacimba do Padre no passeio de barco

- "book" também um passeio de buggy guiado que o leve às trilhas que cortam caminho para chegar até as melhores praias. Dificilmente vc vai conseguir fazer isso sem guia local. As restrições de locomoção sem guia são grandes. O passeio mais famoso é o Ilhatur.

Praias a destacar:


O encontro (nordeste) entre o Mar de Dentro e o Mar de Fora - não é um local muito bom para mergulho, mas o visual das águas se chocando contra os rochedos e as pororocas que se formam é simplesmente incrível. Ali perto fica o Museu do Tubarão!! Boa visita, mas não espere um "sea world". É coisa simples, mas que dá para enriquecer sua visita. Não deixe de provar o famoso bolinho de tubalhau, feito de carne de tubarão.
Vista da praia do Porto ao fundo


- Praia do Porto (mar de dentro)- prejudicada pela grande quantidade de barcos que inevitavelmente sempre sujam um pouco a água. Dessa praia, parte a maioria dos passeios de barco. Aliás, a poucos metros da praia, tem um casco soçobrado de um navio grego que afundou por ali que rende um mergulho fantástico!!
Praia do Cachorro
Praia da Conceição

Praia do Meio
- Praia da Conceição, do Meio e do Cachorro (mar de dentro) - as três praias são quase contíguas, separadas por rochedos. Ficam bem perto da Vila dos Remédios. Portanto, são de fácil acesso a pé ou de buggy. Todas oferecem ótimos points para vc curtir um por do sol fantástico! Ótimas para caminhadas longas, corridinhas e contam com uma mini-infra de bar nas proximidades. Os bares lotam na hora do por do sol!
Conceição/Cachorro
Boldró

- Praia do Boldró (mar de dentro) - na sequência das três praias contíguas. Vale pela piscina natural que se forma na praia, durante a maré baixa (baixa mar para um nauta como eu...rsrs). Muito show!!

Praia da Cacimba do Padre
 - Praia da Cacimba do Padre (mar de dentro) - talvez a mais fotografada do Brasil. É a praia de maior extensão em comprimento. Não tem como errar!! Fica ladeada por aquelas duas belas montanhas em formas de belos seios...só podia ser linda, né não??!!rsrsr.
É onde geralmente rola os campeonatos de surf. Gosto de surf, mas ir na época de campeonato é roubada total!

Baía dos Porcos - belíssima!!

- Baía dos Porcos (mar de dentro) - para mim, mais bonita que a praia do Sancho! Paraíso do snorkel. Quase não tem areia. Acessível a pé por uma trilha que contorna o morro, a partir da Cacimba do Padre. Passei horas, mergulhando nesta baía!

Praia do Sancho (mar de dentro) - já foi eleita por vários guias especializados como a mais bonita do Brasil. Vá lá e dê sua opinião!! Águas cristalinas, formações de corais com enorme variedade marinha. Tudo isso emoldurado por falésias e rochedos de tirar o fôlego. Vindo de terra, primeiro vc a vê de longe, a partir de um mirante...fica extasiado.... e depois desce numa escadinha (light) para dar o seu maravilhoso "tchibum". Vindo de barco, é local obrigatório para parada para mergulho!!
Mergulho no Sancho - águas cristalinas e muitos peixes ao redor!!
Descida para o Sancho - acesso a pé via escadinha improvisada. Vale a pena o sacrifício??
O acesso um pouco mais complicado a pé torna a praia mais deserta. Não há bar por perto. Leve sua água. Se for a pé, vc vai usufruir do fato dela estar deserta e poder ficar mais tempo, mas vai pagar um precinho na volta, na subida dos degraus...nada demais...principalmente, para quem está com espírito/alma elevado...Portanto, enjoy!!! Meu conselho: faça os dois. Vá de barco e a pé!!! Vc não vai se arrepender, garanto!!

Sancho
- Praia do Sueste (mar de fora) - berço das tartarugas marinhas que sequer se incomodam com os mergulhadores. A Pousada Maravilha dá de cara para a Baía que contém essa praia. Imagina o precinho da pousada??!! Há um quiosque próximo à entrada da praia, onde vc pode se abastecer de calorias para passar melhor o dia....

Águas da Praia do Sueste - muitas tartarugas
- Praia da Atalaia (mar de fora) - acesso controlado pelas autoridades. Dizem: forma uma piscina natural na maré baixa, riquíssimo em vida marinha. Não consegui ir...não consegui colocar meu nome na "lista"....não precisa dizer que não me perdôo até hoje!!

As pedras fazem parte do ambiente
- Praia do Leão  (mar de fora) -  a areia de tons avermelhados da deserta Praia do Leão, a maior da ilha, é o local perfeito onde se pode observar a desova noturna de tartarugas marinhas.

- Por do Sol num dos bares próximos à Praia da Conceição - comendo um queijinho coalho e tomando um cerva, quer melhor?!!!

Por do sol - bom para se ver do barzinho da praia
- Ouvir um sonzinho "ao vivo" no Bar do Cachorro - não tem muito o que fazer à noite, portanto, depois de comer um bom peixe num dos restaurantes/pousadas recomendados do momento, vá para esse bar e curta um show de música popular que, lá pelas tantas, descamba para o forrozinho, claro.
Não me arrisco a recomendar restaurantes na Ilha, porque acredito que a variedade é pouca, a comida não é barata e rola muito "lobby" dos taxistas e locais para te levar para esse ou aquele restaurante. Confesso que como meu foco era comer pouco/leve para poder mergulhar bem, fui no simples que satisfaz. Comi nos buffets a quilo (com preços de shopping!!) que rolam pela ilha. São fáceis de achar.

- Palestras sobre ecologia na sede do Projeto Tamar - Sinceramente? Não é minha praia! Respeito o trabalho dos eco-friends, mas, lá pelas tantas, ouvindo os caras falar, comecei a divagar se aquilo tudo não era um grande pretexto para Petrobrás pagar menos impostos ou dizer que pratica desenvolvimento sustentável...blá....blá...Depois, é o seguinte: comemos tartaruga? não!! Elas são bonitinhas, coisa e tal...mas aquela grana não estaria melhor empregada salvando crianças, em projetos educacionais diretos? Sei lá!! Mas, por outro lado, tb não quero polemizar...sei que esse tipo de trabalho também é importante!!! Sorry, só acho que fiquei meio entediado com a palestra! A viagem não é para isso...acho que vale a pena dar um pulo lá ouvir as palestras e tirar sua própria opinião....
Companheiros noruegueses de viagem e de mergulho - amizade feita em Noronha

- Projeto Navi - Não queria sequer colocar essa opção de passeio, mas vai que vc perdeu de vez a coragem pela aventura...tudo bem, vá lá. Neste passeio, a bordo de uma hidronave de observação, os passageiros (vinte pessoas por vez) se acomodam em torno de uma lente que amplia em até três vezes a fantástica vida submarina, à medida que a embarcação com visual futurístico avança. Pelo menos esta é a propaganda....É legal? Não sei...vir até aqui e ver a beleza por meio de um vidro???!!! Só mesmo se vc tiver alguma restrição física séria...fala sério!!! 


Cachoeiras - ninguém é de ferro!
Vontade de voltar

Ficou faltando tirar fotos submarinas....pega nada!! Motivo ótimo para voltar!!
Abraço e até o próximo post Brasuca!!
Fui!