sábado, 8 de junho de 2013

BARILOCHE OU "BRASILOCHE"? O QUE IMPORTA É CURTIR A NEVE...

BARILOCHE - A NEVE ESTÁ LOGO ALI

Nada como uma montanha com "fresh powder".....
Meus amigos, é claro que "San Carlos" de Bariloche (ninguém usa o San Carlos!!) não tem o "glamour" de Aspen, Chamonix ou Lake Tahoe, mas e daí? So what? Who cares?

Cerro Catedral e o "lençol de nuvens geladas" ao seu redor

Se o que vc quer é curtir uma boa neve, bem "branquinha" e "gelada" (pleonasmos necessários!! rsrs), e ainda se esbaldar no esqui/snowboard ou num divertido "esquibunda", Bariloche é uma excepcional pedida!

Esquiar é muito bom!!
O melhor de tudo?
Gasta-se bem menos que nos outros lugares famosos citados e o point de ski é "logo ali", quase no nosso quintal sulamericano.

Friiiiioooooo......vamos esquiar para aquecer??!!!
No período que vai do fim de junho a setembro, prepare-se para encontrar uma imensa quantidade de brazucas misturados aos hermanos. Daí, o carinhoso nome "Brasiloche". Neste meses, principalmente o de julho, a bela cidade fica "pequeña" para tantos turistas brasileiros. A consequência é que vc vai ter que se acostumar a lidar com uma certa "crowd" nos restaurantes, bares, hotéis e pistas de esqui... 

Circuito Chico - belas paisagens
Mas, fique tranquilo! Isso não representa nada que dê para tirá-lo do sério, afinal, nós, brazucas, sabemos como ninguém nos adaptar e nos divertir em qualquer situação. É ou não é??!! 

Para que gastar mais indo à Aspen?? rsrsr
Comparada com outras cidades "de neve" na América do Sul, tais como: Vale Nevado, Portillo, Las Leñas etc. eu diria que a principal vantagem de Bariloche é o fato de ser mais "família", ou seja, mesmo se no seu grupo não houver nenhum esquiador "wannabe",  há ótimos e divertidos programas em Bariloche que não lhe "prendem" num resort... Em resumo, TODOS se divertem!!

Cerro Catedral
Portanto, para os brasileiros, o custo-benefício de Bariloche é sensacional! Veja se vc concorda comigo!

PLANEJANDO A VIAGEM

Para vc tomar coragem....esquiar é para TODOS!!!
Se vc puder adiar suas férias ou das crianças de sua família (coisa mais difícil!!), deixe para viajar depois de julho. Isto porque, em junho, a probabilidade de ainda não estar nevando razoavelmente bem é grande. E vc quer ver neve, certo??
A cidade de San Carlos de Bariloche........ lá embaixo!!

Em julho, a cidade lota e os preços de tudo sobem com isso. De agosto em diante, os preços, por motivos óbvios, arrefecem vagarosa, mas proporcionalmente. Mas, muito cuidado nessa hora!! Se ficar "chorando miséria" e deixar para setembro, dependendo dos "el Niño" da vida, vc pode ficar a ver navios....sem sua temporada de neve. Em suma, faça sua aposta, considerando o que vc tem a ganhar.....mas, principalmente, a perder.

Venha preparado para o frio!!
Minha recomendação (para neve): agosto!!

E no verão? Nunca fui, mas dizem também que é bem legal. As atividades são diferentes, mais voltadas para rafting, hiking, passeios de barco, bike, cavalo e afins. Como temos belos locais aqui no Brasil para essas atividades mais "quentes", prefiro ser um pouco patriota...rsrs...e fazê-las em terras brasilis.

Vista Panorâmica do Lago - breathtaking!
Porém, devo dizer que tenho parentes e amigos que foram nesse período e também falaram maravilhas! Acredito! O local é belíssimo e o lago Nahuel Huapi, cercado por montanhas, dá todas as condições para muitas atividades turísticas e esportivas, com visual belíssimo no verão e primavera.

Se vc gosta de esquiar, por que está perdendo tempo?? rsr

Em termos de vôos, se vc for só para esquiar na alta temporada (julho-agosto), certamente existirão, nesta época, vôos fretados das principais cia aéreas nacionais (TAM e Gol) e talvez das Aerolineas Argentinas. Confesso que não me arrisco a citar vôos, a partir do RJ, porque eles mudam a todo momento.

Relax no topo da montanha
Uma boa pedida que lhe garante também boas tarifas aéreas é combinar a ida a Bariloche com uma parada estratégica em Buenos Aires. Não vou me alongar em detalhes sobre a capital portenha, pois ela será motivo de um post isolado. Mas, pense bem a respeito. Depois (ou antes) do friozinho nevado de Bariloche, nada mais justo que curtir um bom vinho, uma boa carne, uma boa casa de tango, um passeio na Recoleta, uma feira de antiguidades em San Telmo ou até um jogo do Boca... na capital Argentina.

ONDE FICAR

Como toda cidade turística as opções são variadas. Desde o camping/hostel para turistas mochileiros até hotéis de luxo como o famoso Llao Llao. 

Vista do nosso hotel a partir do Lago
Na alta temporada, as agência de viagem costumam fazer uma "mafiazinha"e bloquear vários hotéis.
Portanto, a primeira dica é, como sempre: se possível, planeje-se com antecedência!! Largue na frente das agências e compre direto pela Internet com o hotel. A economia não será pouca!

piscina aquecida no hotel - boa forma de relaxar após um dia de Ski.

A segunda dica é: decida-se onde deseja ficar. Opções: na cidade (centro) ou na estrada periférica (av.Bustillo).
Vantagens de ficar no centro são os restaurantes e lojas à sua porta. Desvantagem: os hotéis do Centro costumam receber adolescentes loucos por baladas de formatura (tá virando moda!!) o que pode tornar o seu sono bem sofrido!!! Nada contra a garotada...muito pelo contrário, mas daí a ter que aturar é outro papo. Além disso, os hotéis do Centro não são tão aconchegantes como os da estrada e nem têm o mesmo café "colonial".....huuummmm!!

Varanda do nosso quarto
Já percebeu para onde eu fui, né?? Para um hotel de estrada. No meu caso, fiquei neste aqui: La Cascada (http://www.lacascada.com/). Muito bom!! Ficava na Av. Bustillo km 6 , isto é,  a 6 km do Centro. Confortável, aconchegante, piscina interna aquecida (depois de um dia de ski faz milagres para o corpo!!) e oferecia um café com um maravilhoso "dulce de leche" que me lembro até hoje....!!

La Cascada ao fundo
Em compensação, vale lembrar que se vc ficar num hotel da estrada vai depender de transporte (carro, táxi ou bus) para ir ao Centro.  No big deal....

COMO SE DESLOCAR

Over the top
Se vc for junto com um "gado" (sorry!!), ou seja, de excursão, é provável que no seu pacote já estejam incluídos (e regiamente pagos) os seus transfers de/para o aeroporto e para os principais passeios mais clichês.

A inigualável sensação de ter os esquis nos pés numa cadeirinha gelada de teleférico rumo ao topo da montanha
Se vc quiser total liberdade, vale o de sempre: alugue um carro, lembrando da faina das correntes para dirigir na neve...isto não é raro... pode acontecer. Em Bariloche, desta vez, não preferi essa opção.

Animado fim de tarde no centro da cidade
Como estávamos com outro casal (nossos compadres!!) e os táxis não eram caros, preferimos abusar desse tipo de transporte e de um tal de "remis"que nada mais é que um táxi com preço pré-combinado. 

aclimatando
Claro, depois que percebemos o valor cobrado pelos táxis comuns ficou bem mais fácil negociar e aceitar as ofertas dos "remis", invariavelmente mais baratos. Para dar uma ideia: uma corrida do km 6 (nosso hotel) até o Centro saía aproximadamente U$10 de táxi normal e U$7,50 num remis.

Viajar com seus melhores amigos é sempre bom!!!

Confesso que fiquei muito tentado a alugar um carro. Só não o fiz por conta do problema da direção na neve em estradas (diferentemente das americanas) pouco preparadas para isso....simplesmente, não quis arriscar!

Amizades são para sempre!!
Para ir aos passeios mais distantes, ao invés de taxis ou remis, vc poderia negociar engajar nas vans e transfers oferecidos pelo próprio hotel ou na cidade. 

Mi Argentina querida....
Adicionalmente, vc tem a opção de um bom busum. Custa menos de U$1 por viagem, mas, infelizmente não são frequentes e ainda tem a faina associada de comprar um cartão, carregá-lo com créditos etc. Achei muita faina para pouco retorno!!

Curtindo a neve, a montanha e o sol!!
Em suma, as opções de transporte podem parecer complicadas, mas lhe garanto que não são! A cidade é pequena. Vc, em pouco tempo, estará safo para os deslocamentos na forma que preferir.

O QUE FAZER

Aqui que vem a melhor parte.
Partindo do pressuposto que vc fará a viagem no inverno (vide comentário acima), eis as atrações que recomendo:
São Bernardo - marca registrada da cidade!!

- Fazer o Circuito-Chico - é o primeiro passeio que vc deve fazer em Bariloche. Must see!! Uma espécie de city-tours oferecido pelas diversas agências da cidade que lhe permite saborear lindas paisagens ao redor da margem sul do famoso Lago Nahuel Huapi. Não me arrisco a fornecer preços, pois eles mudam toda hora. Estime U$30-35/pessoa que vc vai estar errando por pouco. É um passeio de 3 a 4 horas que pode ser feito de manhã (melhor) ou a tarde e, geralmente, inclui também a visita ao Cerro Campanário. Lojinhas, capelas, cachorros São Bernardo (espécie de símbolo onipresente da cidade!!), o visual do hotel Llao Llao e outras tantas belíssimas paisagens fazem parte deste roteiro que vai cansar o seu dedo de tantas fotos!!!
Circuito Chico - Llao Llao ao fundo

- Visita ao Cerro Catedral com direito a ski/snowboard (http://www.catedralaltapatagonia.com/) - entre no site e verifique as principais atrações desse belíssimo Cerro. Catedral não chega a ser um Heavenly (Lake Tahoe), mas também é muito bem organizado, com uma ótima infra na base da montanha, contando com bares, restaurantes, shoppings etc. Detalhe: mesmo que vc não esquie, a subida ao topo do morro de teleférico é imperdível!! Passe um dia inteiro na região. Não caia no papo das agências de fazer um passeio mais barato de meio-dia, pois não é suficiente, mesmo se vc não for esquiar, pois há filas!!

Esquiar é muito bom....tá longe, mas sou eu de capuz lá embaixo!! rsrsr
Quem sabe vc não toma coragem e engaja numa aulinha, hein?? :-)
Te garanto que, se seus joelhos permitirem, vc vai adorar!!! E se aprender uma vez é como bicicleta...garanto: não esquece jamais!!

Cerro Otto - faz frio, lá em cima!!
- Visita ao Cerro Otto, com direito a esquibunda em Piedras Blancas - esse é um dos passeios mais cômicos de minha vida. Vc sobe pelo teleférico no Cerro Otto. Depois, chegando lá em cima, por um valor adicional, tem  4 a 5 pistas cobertas de neve para descer....só que de bunda!!!

Tempo nebuloso...próximo às pistas de descida de esquibunda
É muito engraçado descer as pistas de neve numa espécie de pranchinha que mal cabe sua traseira. Aliás, atenção!! Descobri, sem saber justificar fisicamente, que as mulheres (geralmente mais leves e com a dita cuja mais avantajada) ganham muito mais velocidades que nosotros (hombres!). Mas, como elas, invariavelmente, se assustam com a velocidade e freiam, é comum os diversos choques durantes as corridas!! Sim, porque, se rolou uma competição, mesmo que brincando, vc vai querer ganhar, né não???!!! rsrsrs... Brincadeira, é claro!! Também é muito legal descer de trenzinho, agrupando os pequenos trenós. As capotagens são inevitáveis e hilárias! Pena que desta vez não trouxemos a baixinha!

Piedras Blancas - diversão garantida
Conheça um pouco mais aqui (http://piedrasblancasbariloche.com/).

Dicas: use uma boa roupa de neve ou então vc vai acabar a aventura encharcado. Um ticket dá direito a cerca de 6 descidas, mas vc pode pagar mais descidas, se quiser. Existe transporte gratuito entre o centro da cidade e este Cerro.

A simpatia das vilas e cerros de Bariloche

- Visita ao Cerro Campanário - o cerro Campanário é local para contemplação, ou seja, para subir o morro e agradecer a natureza por proporcionar um visual tão lindo da combinação montanha, lago, neve e vc, fazendo parte daquela paisagem, nem que por um breve e inesquecível momento (http://www.cerrocampanario.com.ar/)


Subida ao Cerro Campanário
- Curtir um bom jantar nos melhores restaurantes do Centro (ou da estrada) com direito a shows de tango - existem restaurantes para todos os gostos e bolsos! Desde os fast-foods básicos até os mais caros e românticos. No quesito comida/tango, das dicas que recebi, lembro-me muito bem do "El Patacon" e do "Família Weiss", com vários tipos de carnes, no melhor estilo patagônico e fondues e queijos para esquentar os corações (e estômagos!!) mais exigentes.

jantar ....dançante!!

- Outras opções interessantes para fondues e afins são as chocolaterias.  Elas estão espalhadas pela Rua San Carlos. Além dos calóricos e deliciosos chocolates e alfajors, vc vai poder experimentar sorvetes deliciosos! A Fenoglio é parada obrigatória. Os doces e tortas à base de Dulce de Leche então....putz!! Que delícia!! Relaxe....esqueça um pouco as calorias....vc está de férias!!!

Sorvete e Fenoglio - combinação perfeita!

- Passeio de barco no Lago Nahuel Huapi até a Ilha Vitória - Não fiz esse passeio (não deu tempo...é bom que fica para próxima!), mas falam que é muito legal. O passeio sai de um porto perto do hotel Llao Llao. Percorre o lago, passando pelo bosque Arrayanes e pela Ilha Vitória. Belas paisagens.
http://www.islavictoriayarrayanes.com/

Lago Nahuel Huapi

- Fazer umas comprinhas básicas de chocolates, souvenirs (aqueles brindes para trazer para os amigos do trabalho e da família) e afins pelas ruas do centro da cidade (Calle Mittre). Roupa de inverno é meio caro...mas se vc não tiver, vai precisar. Tem gente que aluga essa roupas....não faz muito minha cabeça não. Prefiro comprar nos States (mais barato!), mas....

Venha preparado para o frio!!
- Passeio pela cidade de Bariloche - a dica é a de sempre. Escolha um dia para "bater perna" e fuçar a cidade. A região ao redor da prefeitura, em especial, é bem agradável. Apesar da turistada (vc inclusive!) é um local aconchegante que vale a pena ser visitado.

Praça e prédio da Prefeitura

- Passeio Noche Nordica - uma passeio noturno, de quadriciclo ou snowmobile em trilhas de neve. O passeio é bem clichê...assim, termina numa cabana no meio da neve e da montanha, onde existe um pequeno restaurante bem refugiado que vai lhe permitir degustar fondues, queijos, vinhos etc. Tudo isso tem um preço...que obviamente não é barato: cerca de U$200-250/cabeça. Avalie se vale a pena!!
Villa La Angostura - charmosa e bem mais tranquila (menos "crowd") boa opção alternativa de hospedagem
Aproveitando o friiiiioooo....


Pausa para o descanso - com direito a churros e chocolate!!
Time for prayers!
Deque do nosso hotel La Cascada
- Passeio até Cerro Bayo e Villa La Angostura - não fiz esse passeio porque estava esquiando. Mas, minha mulher e nossos compadres fizeram. Gostaram bastante! É como visitar uma pequena e charmosas vila bem menos tumultuada que Bariloche. O Cerro Bayo também oferece pistas de esqui e snowboard. Fica bem menos cheio, mas as pistas são menos numerosas e variadas do que em Cerro Catedral.
Getting ready!!

Cerro Bayo
Villa La Angostura



Imagino como deve ser o mergulho no friiiooo....definitivamente esse BUCEO fica para o verão!!







É isso aí pessoal!
Até o próximo post!!!









sábado, 1 de junho de 2013

BARCELONA - A "OUTRA" CAPITAL ESPANHOLA

BARCELONA - A CAPITAL DA CATALUNHA

Se vc curtiu o post da capital oficial da Espanha (post Madrid), certamente vai gostar ainda mais deste post. Mas como assim? A Espanha possui mais de uma capital?

Palau Nacional - Montjüic
Segundo alguns espanhóis e, principalmente, catalães, SIM! A Catalunha é, para muitos, um país a parte dentro da Espanha. Longe de querer meter minha mão nessa conturbada e histórica briga separatista e de querer criar polêmica com cientistas políticos, o fato é que, para nós, turistas, realmente Barcelona se destaca (positivamente) bastante de outras cidades espanholas.

Parc Güell
A língua, "o catalão", é meio que uma mistura do espanhol, italiano e do francês e talvez de mais um punhado de outros dialetos que minha parca cultura linguística não me permitiu perceber...rssrrsrr. sorry!

A arquitetura, rica em modernismos e misturas de designs desafiadores, também mostra-se bem distinta das demais cidades hispânicas. Andar por Barcelona é apreciar belas obras de arte e de arquitetura, que têm no gênio Antonio Gaudí o seu principal criador.

Palau Nacional
Na gastronomia, além dos deliciosos pratos da cultura espanhola, vc ainda encontrará invenções "made in Barcelona" de deixá-lo com água na boca.

Em resumo, Barcelona é uma cidade totalmente cosmopolita...longe da Espanha tradicional...portanto, é mais moderna, atraente, vibrante...!!!
O famoso dragão de Gaudí na entrada do Parc Güell

Ainda não está convencido? Dê um pulinho no "Nou Camp" em dia de jogo do Barça ou simplesmente faça o tour pago pelo estádio e sinta o clima do melhor time de futebol do mundo dos últimos tempos. 

Mais que um clube (em catalão)
Não gosta de futebol? Não tem problema.

Veja o filme "Vicky Cristina Barcelona" do genial Woody Allen e se encante pela paisagem. Garanto a vc: vai ser impossível resistir à tentação de conhecer logo essa linda e modernista cidade.

PLANEJANDO A VIAGEM

A partir do RJ, não há vôos diretos para Barcelona. Entretanto, como eu falei anteriormente (vide post Madrid), uma parada estratégica em Madrid é sempre mais do que bem-vinda. Alternativamente, vc poderia parar em outras cidades relativamente próximas (Lisboa, Paris etc.) que são destinos de vôos diretos e a partir delas combinar vôos low-cost até Barça.

Passeig de Gracia
Só acho Madrid mais conveniente porque vc pode fazer tudo pela cia aérea Iberia, por exemplo. Geralmente, fica mais barato quando se junta "as pernadas" numa passagem aérea só!

Casa Batló (ao fundo)
Há também a possibilidade de vc estar fazendo uma viagem, de carro, pela costa da Espanha chegando a Barcelona pelo sul. Nunca testei, mas tenho amigos que fizeram esse roteiro, incluindo Valencia e Ibiza, e falam maravilhas. Ainda está na "bucket list".

Vir do norte, a partir da Cote d'Azur, também imagino que seja um roteiro muito legal. Quando fiz Cote d'Azur, preferi ir para o lado da Itália, mas a opção espanhola deve ser considerada com carinho.

Catedral de Barcelona
Em suma, se vc é fã de longos passeios de carro e/ou de trem, estilo "easy-rider", Barcelona pode ficar num meio de caminho muito interessante.

interior da "La Sagrada Familia"

Quanto ao clima, a proximidade com o Mediterrâneo ajuda a manter a temperatura bem comportada ao longo do ano. Chove pouco e mesmo no inverno vc pode andar na rua numa boa sem sofrer tanto como em outras cidades européias nesta época do ano.

orla portuária.... mais do que agradável

Mas, a cidade "bomba" realmente no verão, quando o clima quente a torna uma ótima capital praiana. Dizem que as praias urbanas eram muito sujas, mas que, depois das Olimpíadas de 92, diversas áreas foram revitalizadas, a zona portuária completamente remodelada e as praias foram limpas. Bem, como conheci Barcelona após 92, fiquei muito bem impressionado com a organização, com a limpeza e com as facilidades de transporte em geral. Nada a reclamar!! Muito pelo contrário!!

A imponente "La Sagrada Familia"
Tudo bem....vá lá....em que pese as praias urbanas não serem espetaculares, a água é aparentemente limpa, o ambiente praiano é muito animado, rolando diversos shows nas praias, bares lotados e um climão de bom humor e alto astral que, nós, cariocas, curtimos muito!

Praia urbana - nada mal

Se vc estiver perdido, não deixe de dar uma passada na bela Plaza de Catalunya, onde na estação de metrô de mesmo nome existe um rico centro turístico que fica aberto 24/7. O centro é um ótimo lugar para um stopby e informações atualizadas de shows, eventos, mostras, espetáculos em cartaz,  promoções etc.

La Pedrera - paisagem de filme de "George Lucas"...Star Wars rings a bell?
DICA MUITO IMPORTANTE: CUIDADO COM OS PICKPOCKETS. Nos locais de grande aglomeração de pessoas, como as Ramblas, o show da Fonte Mágica etc., fique de olho nos seus bolsos e nas suas carteiras. Por mais carioca "descolado" que eu seja, bateram minha carteira na entrada do metrô da Plaza Espanya, pós show da fonte mágica. Golpe ridículo e batido que, confesso, me pegou de "guarda baixa"!
Foi assim: dois caras, com feições típicas de povos do leste europeu, me abordaram com falsas caras de assustado, como se estivessem perdidos, pedindo informações em inglês. Naquela confusão de pessoas subindo/descendo as escadas do metrô, enquanto os dois mantinham distância de um palmo de mim para evitar que eu me mexesse, um terceiro comparsa abria meu bolso da bermuda (que estava abotoada!!) e levava minha carteira. Por sorte, levaram só a grana...pois, metros adiante, minha mulher, totalmente "iluminada"(eu mal conseguia pensar!!), achou minha carteira jogada numa basura (lata de lixo). Detalhe: com todos os cartões de crédito e documentos. Ufa!!! P.., muito p.. da vida, mas menos mal!! Vida que segue...lições aprendidas!!! Ah...e antes que me perguntem. Sim, 99% das vezes eu ando com dinheiro/carteira na parte da frente da calça, dentro da cueca mesmo!! Mas, sabe aquele 1% que vc está com calor, andou o dia todo e quer dar um refresco na "cueca"?...pois é, amigos....shit really happens!!
Fachada do Palau de Musica Catalana - ótimos shows

ONDE FICAR

Barcelona é a cidade dos chamados hotéis "design"... Mas, o que é isso?

São aqueles hotéis mais do que estilosos, em que os arquitetos usam (e abusam!!??!!) o "pano de fundo" dos lobbys e quartos dos hotéis para exporem suas técnicas apuradas. Um deles, muito famoso é a "Casa Camper" (www.casacamper.com). Quem conhece a marca, famosa por seus sapatos e bolsas, vai se identificar com o estilo do hotel.

Fonte Mágica de Montjuic

Mas será que vale a pena? Huummm....essa vou deixar vc decidir! Como tudo na vida, extravagâncias têm seu preço. "It's up to you" decidir se o momento é especial e se vc quer se dar esse presente.

Miró
Surreal?
A minha teoria é simples e vc já conhece dos outros posts: local que vou ficar quase 100% do tempo fora do hotel, só preciso que o dito cujo me ofereça cama e banheiros limpos, seja relativamente bem localizado e, de preferência, tenha um bom sinal de wifi. ;-)

No alto da Sagrada Familia
Então, meus amigos, em se tratando de Barcelona, minha dica é escolher um bom bairro e optar por um hotel ou hostal (vide explicações post Madrid) que caiba bem no seu bolso.

vitrais
Em termos de bairros,  Eixample, Raval e Born são os mais indicados. Evite as Ramblas. É famosa, mas não é um bom local para vc se hospedar considerando o "tumulto" existente na região e os "gatos pardos" que aparecem por lá durante à noite...

Parc Güel

Eu, seguindo a boa dica de uma amigo, fui de novo na linha hostal. Fiquei num hotelzinho simplório, mas BBB (bom, bonito e super barato), muito bem localizado (Barcelona city hotel), na cara da ótima rua Passeig de Gracia...perfeitamente de acordo com a filosofia que prezo. Mas vou logo avisando aos mais exigentes: é um hotel bem pequeno, elevador com porta pantográfica.....rsrsrsr...e daí, né não?? às vezes, isso até é divertido!! rsrs

ruelas do bairro gótico

COMO SE DESLOCAR

O deslocamento em Barcelona é "piece of cake". O sistema de transporte é extremamente eficiente! Vc percorre tranquilamente a cidade toda com facilidade por meio de uma ampla rede de metrô e de ônibus. 

familia unida e divertida
Aliás, é bom que se diga que boa parte dessa rede foi modernizada e ampliada graças às Olimpíadas de 92. Alô governantes do meu RJ!! Vamos deixar um bom legado para cidade??!! Sem roubalheira, please!!! Os cariocas agradecem...os turistas aussi.

formas arredondadas e ondas- marca registrada de Gaudí

A começar pela chegada do moderno aeroporto El Prat, os trems/metrôs facilitam muito a vida do turista e da população, é claro. O trem leva menos de meia hora para ir do aeroporto até à estação Passeig de Gracia...bem central na cidade. Vcs lembram que meu hotel era convenientemente próximo da estação? Pois é....benefícios de um hostal bem escolhido...rsrs

Existe a opção de pegar um busum (Aerobus) do aeroporto (terminal T1 e T2) e saltar na Plaza de Catalunya, mas é mais cara, custa cerca de 5 euros só ida e 9 euros ida/volta!!

Praça da Catalunya
Outro detalhe é que se vc chegar no terminal T1, para pegar o trem, vai ter que pegar um bumba gratuito até o T2, de onde partem os trems para cidade. No big deal! As placas e o "gado" vão lhe orientando. Foi essa opção que escolhi!

interior do Palau de Musica Catalana
Outra dica ótima é a seguinte: compre um ticket combo de 10 viagens (T10), zona 1. Ele é econômico, pode ser usado por mais de uma pessoa e em todos os meios de transporte (metrô, funicular, ônibus e até no trem que vem/vai ao aeroporto). Pessoalmente, usei muito os ônibus, por vários motivos: primeiramente, porque eram super limpos e geralmente vazios; um segundo fator era o fato de haver mapas com as rotas e horários em todas as estações, tornando o seu uso ridiculamente fácil e funcional; e, por fim, o privilégio de se deslocar sobre a superfície, vendo as pessoas, as belezas da cidade, sem sofrer com incômodos trânsitos caóticos  (não é típico na cidade).

agradável ambiente Las Ramblas

O T10 custa cerca de 8 euros. Como estávamos em 3, usar o T10 foi muito "mão na roda".

Ramblas al Mar

Informações sobre rotas e horários de trens aqui (renfe).
Um bom mapa do metrô aqui (metrô Barcelona).

O QUE FAZER

Barcelona, assim como Paris, não é uma cidade barata. Tudo, ou quase tudo, é pago e bem pago.
Pode parecer bobagem, mas se vc veio de tão longe, não deixe de entrar nos lugares por causa de 10 ou 20 euros. Vá a luta e divirta-se sem economias!!!

Relaxante
A cidade oferece diversos museus e casas (em formas de museus) ricos em cenários desafiadores, além de um grande número de shows e eventos, principalmente no verão. 

Subida ao Castelo de Montjüic
Desta forma, a minha dica (meio óbvia!!) é que vc selecione o que lhe interessa de acordo com seu tempo disponível e percorra os bairros da cidade, andando ou de ônibus mesmo, para apreciar não só o modo de viver das pessoas, como também para mergulhar nas delícias gastronômicas e nos prazeres da cultura catalã.

Separei algumas opções de programa para ajudá-lo na sua escolha:

- Casa Batló - uma das obras consagradas do gênio Gaudí. Tem guia de áudio em português. É um dos patrimônios da humanidade. Aí vai logo uma explicação: não sou arquiteto! Esta vertente da família pertence à minha mulher. Mas, devo reconhecer que as "sacadas" desse cara para soluções como curvas, iluminação, reflexos de cores, ventilação etc. são simplesmente brilhantes!!! Gaudí usa e abusa (bem!!) de formas onduladas, lembrando as ondas do mar e explora o contraste de cores como ninguém.

Interior da Casa Batló
Esse prédio, que originalmente pertencia à família de um abastado empresário têxtil de nome Batló, é um exemplo clássico da genialidade de Gaudí com um requinte adicional, pois a fachada ainda lembra muito ossadas (esqueletos) de filme de terror. Lembre-se que a casa não é um museu. Foi concebida para ser habitada. De fato, ainda existem pessoas que alugam aptos no prédio até hoje. Imagino o valor do aluguel!!! Preço da visita (caro, mas vale): cerca de 20 euros (adultos); 16 euros (estudantes).

Batló e sua arquitetura peculiar lembrando ossadas....

Para evitar filas (altamente recomendável), compre sua entrada pela Internet: http://www.casabatllo.es/ 

Parc Güell
- Parc Güell (em catalão) - outra obra prima de Gaudí. Aqui, ele "brinca" com pequenos azulejos coloridos, criando formas e desenhos realmente encantadores, num local cheio de verde e ar puro. Na entrada do Parque, a marca registrada é o famoso dragão. Diversos pilares de pedra que parecem brotar do chão decoram o parque formando estruturas estranhas, mas, talvez por isso mesmo, intrigantes e bonitas.

Colunas
Gaudí e suas obras

bela vista da cidade


No terraço do parque, vc encontrará assentos arredondados feitos de mosaicos de pequenos azulejos coloridos. Sente-se, beba uma água, tome um sorvete e aproveite a belíssima vista de Barcelona que se descortina à sua frente.


Dentro do parque, ainda tem uma casa, hoje transformada em museu, onde Gaudi morou por um tempo. Uma dica importante para sua visita: para evitar a subida radical (bem inclinada) a pé, vá de ônibus (não de metrô!!) e entre pela entrada lateral. Preço: grátis.

cada porta representa uma devoção: fé, esperança e caridade
- Igreja La Sagrada Famiglia - essa é uma das obras não acabadas mais bonitas que eu já vi. Vc lembra daqueles castelinhos que fazia quando criança, na beira da praia, ao deixar a água contendo areia molhada escorrer pelas suas mãos, formando estruturas curiosas? Pois bem, acho que Gaudí, deve ter se inspirado num desses castelos para criar essa linda obra. Note que ela ainda está longe de terminar e, atualmente, é totalmente financiada pelas entradas pagas pelos visitantes. Então, sinta-se um pouco dono dessa grande obra, patrimônio cultural da humanidade.

Santuário
Em construção - vc ajuda a criá-la!
as famosas colunas - reproduções de obras da natureza

Vc provavelmente verá canteiros de obras e guindastes no local, porém, a despeito disso, essa mistura hipnótica de castelinho, com um lado gótico e com um tom até um pouco carnavalesco (sorry, mas as bolinhas no topo das torres me remeteram às alegorias dos desfiles de escolas de samba!!) é muito impressionante. Vale a pena pagar e subir para ver a obra de uma perspectiva superior.

Mais uma vez: compre pela Internet (tickets), marque sua hora de visita e evite as filas!! (ô povo excluído digital!!) Preço: cerca de 12 euros

La Pedrera - ondas e curvas abudantes
Maquete da obra
Casa Mila - linda!

- La Pedrera (Casa Mila) - é mais uma daquelas obras de Gaudí para vc não esquecer. As "carrancas" presentes no terraço lembram personagens de filme de ficção científica. A curvas e ondas estão presentes em todos os cantos, especialmente na fachada. A exibição no sótão mostra como o prédio foi concebido e construído em suas diversas fases. Outro patrimônio cultural, símbolo do Modernismo, criado por um homem à frente de seu tempo. Preço: cerca de 16 euros.

Las Ramblas del Mar

Vai uma taça aí??? Barça...timaço!!
- Nou Camp tour - arquitetos e religiosos que me perdoem, mas entrar na atmosfera do Nou Camp é como entrar em terreno sagrado, onde "Deuses" do futebol desfilam sua arte. Sensacional o tour, mergulhando na história do clube! Uma história que se mistura muito bem com o sucesso de vários jogadores brazucas que fizeram do time uma potência mundial deste esporte ao longo de décadas. As taças, a sala de imprensa, os telões com os vídeos dos gols e momentos marcantes, a ida ao gramado, o campo de treino ao lado do estádio e a lojinha ao final do tour...tudo isso vale muito o ingresso. Impossível não se impressionar! Se vc é, como eu, fã do time de Messi, Iniesta, Xavi e cia. desde os tempos de Cruyff, Romário, Stoichkov, Ronaldo, Rivaldo etc. vai curtir muito!!!

Picasso
- Museus - Existe um grande número de museus espalhados por Barcelona. Escolha os seus, mas não exagere, pois lembre-se que o melhor museu da cidade é ela própria. Com esse pensamento em mente, depois de ter dado ênfase às obras de Gaudí, preferi me limitar a apenas dois: Picasso e Fundação Joan Miró. Dois gênios que dispensam comentários. Picasso e sua arte cubista. Miró e sua arte surrealista e colorida.


- Passeio pelas Ramblas - As Ramblas estão para Barcelona assim como a Av. Atlântida/Copacabana está para o RJ. O local é bem clichê, mas é um "must see". Artistas (?!!) de rua, barraquinhas vendendo regalos de originalidade duvidosa, comidas típicas (?!!), camisas fake do Barça...e uma fauna enorme de turistas. Com isso em mente, passeie nas Ramblas, mas lembre-se que vc vai ter que andar bem mais para conhecer Barcelona de verdade.

Las Ramblas
Um local que eu achei bem legal por aqui foi o mercado, estilo feira, La Boqueria. Vende-se de tudo nesse mercado, mas existem alguns produtos típicos bem saborosos a preços turísticos. Não se esqueça de tomar cuidado com os "pickpockets", principalmente quando vc se distrair para ver um daqueles showzinhos de rua.

La Boqueria nas Ramblas

Bairro Gótico e el Born - Na sequência do passeio nas Ramblas, certamente, vc vai naturalmente ser atraído pelas ruelas do Bairro Gótico e do agradável bairro El Born. Deixe-se perder nessas ruelas, onde boas surpresas irão aparecer na sua frente quando menos esperar. A Praça Real, a Praça Saint Jaume, a bonita catedral de Barcelona, o Palau de Musica Catalana, a Igreja de Santa Maria del Mar,  o Museu Picasso e diversos simpáticos restaurantes estão dentre estas surpresas.

Praça no bairro gótico
Catedral de Barcelona - estilo gótico lembrando Notre Dame (Paris)
- Passeio pela "Las Ramblas del Mar" - agora sim estamos falando de um passeio bem "cool". Percorrer a charmosa ponte de madeira que vai dar no bonito shopping no meio do mar "MareMagnum" é uma curtição só. Ainda mais se estiver batendo um solzinho com uma brisa agradável...passear por esse área é revigorante!


MareMagnum - Ramblas del Mar

- Passeio em La Barceloneta e Porto Olímpico (Port Olímpic) - Barceloneta lembra muito aqueles bairros italianos, onde as pessoas ainda guardam hábitos de secar as roupas na janela.  A grande diferença é que esse lado meio que desleixado fica lado a lado com a principal praia urbana da cidade.

Barceloneta e orla. Porto Olimpíco ao fundo

Essa área toda, que envolve a Barceloneta, a orla da praia e o Porto olímpico foi fruto de grande modernização por conta dos Jogos de 92. É muito agradável passear, sem olhar o relógio, por essa região.

subida ao castelo Montjuic
No topo do morro Montjuic
- Castelo Montjuic - Visitar esse castelo no topo da montanha é um programão. Não só pelo castelo em si, mas, principalmente, pelo visual de toda Barcelona a seus pés. A subida pelo teleférico já vai dando o gostinho... que se completa quando no topo o ventinho frio ajuda a refrescar o passeio.

se tem castelo, tem canhão para defender
Jardins do Castelo

- Descendo do castelo, a boa pedida é emendar com a visita a Fundação Joan Miró para conhecer de perto o trabalho o artista. Se vc ainda tiver gás (a descida é longa!!), pode dar uma esticada até o estádio Olímpico, aquele da abertura das Olimpíadas de 92, quando o arqueiro errou o alvo na hora de acender a pira olímpica, lembra?

Fundação Joan Miró
cores e mais cores - marca registrada de Miró


- Fonte Mágica de Montjuic - a fonte situa-se logo abaixo da escadaria do Palau Nacional que, por si só, já vale a visita. Nas performances, as águas, coloridas pelas luzes, balançam conforme as músicas que vão desde canções clássicas de filmes famosos até músicas modernas atuais. Um lindo espetáculo para fechar com chave de ouro sua ida a Barcelona. Os horários de shows variam um pouco dependendo da época do ano, mas, geralmente, os shows rolam à noite a partir de quinta-feira até domingo. Não se esqueça de tomar cuidado com os "pickpockets"!!!

Fonte Mágica
- Gastronomia -  como em toda a Espanha, as tapas e os pratos a base de jamón reinam!! O bar Tapas Tapas no Passeig de Gracia é parada obrigatória. Mas, na Catalunha, os pratos baseados em frutos do mar também se destacam. Em termos de prato diferente e típico, o mais especial que vc tem que provar é o tal pà amb tomàquet, ou simplesmente pão torrado com tomates e azeite de oliva. Nao pergunte o porquê, mas ele é totalmente diferente de algo que vc já tenha provado antes...delicioso...hummm....!!

Jamón - paixão nacional


É isso aí....aproveitem Barcelona.....ou Barça, para os íntimos...e não é nada difícil pegar essa intimidade.... rsrsr!!!

Show de Flamenco para relaxar e "aculturar" a filhota




Palau


show de Flamenco

figuraça 1 -  Ramblas
figuraça 2 -  Ramblas



figuraça 3 -  Ramblas
figuraça 4 -  Ramblas






































Até o próximo post!!